Pular para o conteúdo

Aparências…

outubro 17, 2011

Estive pensando sobre as aparências… Não assim a aparência física e tal, mas a impressão, imagem que passamos, a percepção das pessoas. Porque podemos ser muitas coisas, dependendo do momento da vida, do período do dia, do que estamos fazendo, de quem está perto, se estamos apaixonados, ou descornados, se no ambiente de trabalho, se relaxados, se entre amigos… Nossa, podemos ser tanta coisa.

Eu acho que tem gente que me acha braba, gente que ma acha dócil, responsável, sensível, desconfiada, carinhosa. No trabalho devem me achar séria, num ambiente estranho tímida, às vezes sou a palhaça, divertida, de vez em quando a calada. Tem momentos que sou hiper extrovertida e interativa. Quem teve uma relação mais próxima pode me achar a romântica. Quem me vê no dia a dia, vê a cética. Para os amigos que precisam, sou conselheira. Quem me vê na academia acha que sou baita atleta, que me vê com mais freqüência, sabe a preguiça que mora em mim. Já me chamaram de easy going, e muito fui chamada de pavio curto… são tantas Natis!

Será que as pessoas se enganam tanto a meu respeito, ou eu que sou várias? Ou ainda, a mais provável, cada pessoa tem a sua percepção sobre a pessoa a quem conhece, vê ou convive.
Sendo assim, quem nos conhece verdadeiramente?
Já fui descrita por uma pessoa que acabara de me conhecer melhor do que minha mãe o faria. Também percebi que alguém com quem muito e por muito tempo convivia ainda não tinha me entendido. Já vi gente mudar de idéia a meu respeito no segundo encontro, ou depois de anos…

Não é fantástico? Podemos ser muitos em um só. Estar numa constante mudança, evolução, conquista, conhecimento. Por isso tente sempre deixar que a pessoa realmente te veja, que saia com uma versão das positivas que tens aí dentro, e, se não sair, use e abuse da segunda chance… Da mesma forma, dê novas chances para conhecer as outras qualidades, defeitos, personalidades dentro de quem esbarras por aí… Não fique preso a primeiras impressões ou preconceitos por uma primeira frase proferida, ou piercings demais, ou podes estar perdendo de conhecer melhor boas versões de gente muito bacana!
E o mais importante, nunca cesse de te conhecer. E conhece-te através dos olhos dos outros… essa é uma tarefa que nunca está concluída!

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: